post

Papa recebe fundador do Facebook

Papa recebe Zuckerberg – ANSA

29/08/2016 13:05
Cidade do Vaticano (RV) – O Papa Francisco recebeu na manhã desta segunda-feira (29/08), o fundador e CEO do Facebook, Mark Zuckerberg, acompanhado de sua esposa Priscilla Chan.

Eles falaram sobre como utilizar as comunicações para amenizar a pobreza, encorajar a cultura do encontro e fazer com que uma mensagem de esperança possa chegar especialmente às pessoas mais necessitadas.

Na quarta-feira (24/08) Zuckerberg escreveu em seu perfil no Facebook que estaria em Roma para uma sessão de Perguntas e Respostas com a comunidade do Facebook na Itália e não mencionou a audiência com o Papa.

“Também quero encontrar a nossa comunidade italiana após o terremoto”, escreveu.

“Eu sei que este é um momento difícil para quem perdeu familiares e casa, e meus pensamentos estão com todos que foram afetados pelo desastre”, disse ainda Zuckerberg.

(rb)

http://br.radiovaticana.va/

post

Eleições 2016 – 10 atitudes que devem ser assumidas para uma consciência política

 

51362_97582_eleicoes_1030x772

1 – Tanto os candidatos como as comunidades devem ter a consciência de que para os cristãos leigos, a vida política é um espaço da prática da caridade, chamada aqui de “bem comum”, e não um concurso ou um meio de conquistar status ou vantagens;

2 – Quando os candidatos surgem em nossas comunidades é necessário que tenham conhecimento que a totalidade da comunidade dos irmãos é maior que o partido, é o espaço onde todos se encontram no amor. Quando todos se encontram em Cristo não há divisão no corpo da Igreja, que é mãe de todos, e deve acolher as diferenças em verdadeira unidade;

3 – A comunidade deve acompanhar os eleitos no exercício de seu mandato. E ao candidato cabe deixar-se acompanhar em todo o tempo, e não só na proximidade das eleições. Acompanhar não é cobrar vantagens nem favores. É saber se o critério do “bem comum” continua orientando o eleito e dando frutos no decorrer do mandato. Isso será o documento mais importante para que a comunidade continue apoiando o irmão vocacionado para a política;

4 – Já está consolidada a consciência de que o voto não se compra, não se vende, não se troca por favores de nenhuma espécie. É lei. A comunidade deve ser intransigente com essa prática, inclusive denunciando eventuais casos de compra de votos, quando há provas;

5 – Devemos escolher um candidato pela sua vocação, preparo, caráter, compromisso com o povo e propostas: Há coisas básicas: saúde, educação, emprego, segurança, moradia, progresso. Se temos pessoas cristãs com esse perfil, demos a elas a prioridade em nosso voto. Mas seria irresponsabilidade votar numa pessoa apenas por ser cristã se ela não tem essas caraterísticas;

6 – Uma boa maneira de conhecer os candidatos e suas propostas é acompanhar os debates entre os candidatos. Em muitos casos cabe propor a eles também, a assinatura de cartas-compromisso em relação a alguma causa relevante para a comunidade;

7 – É fundamental considerar o passado do candidato, sua conduta moral e ética e, se já exerce algum cargo político, conhecer sua atuação na apresentação e votação de matérias e leis a favor do “bem comum”. A Lei da Ficha Limpa há de ser, neste caso, o instrumento iluminador do eleitor para barrar candidatos de ficha suja;

8 – Não vote pela aparência ou personalidade do candidato ou por sua astúcia perante os meios de comunicação. Alguns desses candidatos atraentes, agradáveis e que dizem o que convém apoiam males intrínsecos quando deveriam se opor a eles, enquanto que outros candidatos, que parecem simples ou incomodados pelas câmaras, defendem leis que estão de acordo com os princípios cristãos.

9 – O verdadeiro compromisso político inclui a preservação da vida, em todas as suas formas e etapas, desde a concepção no seio materno até a proteção e o apoio na velhice: o aborto, por exemplo, deve ser claramente condenado. Um candidato que se opõe ao Evangelho não merece o voto.

10 – Para escolher e votar bem é imprescindível conhecer, além dos programas dos partidos, os candidatos e sua proposta de trabalho, sabendo distinguir claramente as funções para as quais se candidatam. Dos prefeitos, no poder executivo, espera-se conduta ética nas ações públicas, nos contratos assinados, nas relações com os demais agentes políticos e com os poderes econômicos. Dos legisladores, os vereadores, requer-se uma ação correta de fiscalização e legislação que não passe por uma simples presença na bancada de sustentação ou de oposição ao executivo.

http://www.a12.com/

Por Marília Ribeiro, 29 de Agosto de 2016 às 10h33. Atualizada em 29 de Agosto de 2016 às 10h53.

Como gravar vídeos para o Youtube com gravador de tela | Gabriel Vaz

Shalom!! Sou Gabriel Vaz e neste vídeo eu vou mostrar meus bastidores de gravação de vídeos para o Youtube usando um gravador de tela muito famoso.

Confira o vídeo!

Neste vídeo você vai aprender sobre esse mapa mental aqui:

Conheça o gravador de tela e os bastidores para vídeos os meus vídeos doYoutube e outras ferramentas que utilizo.

Conheça o gravador de tela e os bastidores para vídeos os meus vídeos doYoutube e outras ferramentas que utilizo.

Foto do Gabriel Vaz Shalom, criador do Curso Evangelização Prática na WEB e do Mini Curso EvangelizApp - é também Consultor Expert em Vendas ONLINE

Gabriel Vaz consagrado no Shalom, atua com vídeos e gravadores de tela – é também Consultor Expert em Vendas ONLINE

 

Como Aprofundar esse tema?

Se você gostou desse vídeo quero te convidar a conhecer o mini curso EvangelizApp clicando aqui.

 

Tenho outro convite pra você

Clique aqui para se inscrever no Lançamento desta quarta-feira, 10-maio, às 20h (horário de Brasília) e descubra Como Estruturar Sua Comunicação (ou PASCOM) de forma Exuta e Produtiva. Na verdade todo mês eu ministro uma aula grátis. Inscreva-se para reservar sua vaga.

Abaixo tem os links das minhas mídias caso queira me seguir em outros meios.

Um forte abraço e até semana que vem!! 😉

post

Comissão divulga mensagem para o Dia do Catequista

Catequese21_06
A Comissão Episcopal Pastoral para a Animação Bíblico-Catequética da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) divulgou mensagem para os catequistas de todo o Brasil, por ocasião do dia a eles dedicado, 28 de agosto, no contexto do Mês Vocacional. O texto é assinado pelo arcebispo de Curitiba (PR) e presidente da Comissão, dom José Antônio Peruzzo.

“Em nome da CNBB quero servir-me da data para uma palavra permeada de sincero afeto e imensa gratidão. Embora não seja possível ser suficientemente grato a tanta dedicação, com muita simplicidade, apresento-me para uma reflexão agradecida”, escreveu o arcebispo.

Na mensagem, os catequistas são convidados a fazer memória de sua vocação, lembrando dos passos e desafios diante do chamado para evangelizar por meio da catequese.

“Seu sim ajudou a Igreja a ser Evangelizadora; a ser mais Igreja. Sua dedicação de Catequista a(o) faz lembrar-se de que o Senhor Jesus quer ser conhecido mais por seu amor do que por doutrinas”, diz dom Peruzzo aos catequistas.

Leia o texto na íntegra:

Caríssima irmã, caríssimo irmão Catequista.

Os caminhos da Igreja no Brasil assinalam o mês de agosto com uma nobre particularidade. A temática vocacional recebe forte acentuação: dia dos pais, dia do padre, dia do religioso, dia do Catequista. Este previsto para o próximo dia 28.08.

Em nome da CNBB quero servir-me da data para uma palavra permeada de sincero afeto e imensa gratidão. Embora não seja possível ser suficientemente grato a tanta dedicação, com muita simplicidade, apresento-me para uma reflexão agradecida. 

Começo chamando-lhe à recordação uma sua experiência pessoal muito singular: lembra quando alguém lhe dirigiu o convite a tornar-se Catequista? Certamente está presente em sua memória a pessoa, as frases e o contexto. Lembra também de sua própria reação? Talvez inquietação, ou dúvidas, ou temor por não se sentir apta(o). É até possível que lhe tenha aflorado a preocupação pela falta de tempo…

Mesmo assim, embora com tantas objeções, Você aceitou. Estou certo que ainda estão bem presentes os motivos que moveram a aceitar… E o Espírito Santo estava lá: movia, suscitava, inquietava. E eis que desde sua liberdade e desde sua capacidade de amar houve um movimento de afeição amorosa pelo Senhor, pela comunidade, pelos “seus” catequizandos.   

Hoje, tendo já passado um bom tempo, talvez anos, cabem duas perguntas bastante simples: mais ofereceu ou mais recebeu? Mais aprendeu ou mais ensinou? É verdade que os desânimos por vezes se apresentaram; também sinais de cruz se pronunciaram. Mas quanto crescimento! Quantos sinais da proximidade de Deus! Quantas experiências de fé! É… Catequese é um caminho, um discipulado, um encontro que perdura e atravessa os anos. Mas o Senhor nunca se deixa vencer em generosidade. Quantas graças!!!

Seu sim ajudou a Igreja a ser Evangelizadora; a ser mais Igreja. Sua dedicação de Catequista a(o) faz lembrar-se de que o Senhor Jesus quer ser conhecido mais por seu amor do que por doutrinas. Por isso mesmo o episcopado brasileiro lhe agradece, caríssima(o) Catequista. E neste dia louva o Senhor por seu ministério. Que Deus lhe multiplique em bênçãos a bênção que é Você para a nossa Igreja. 

 Dom José Antonio Peruzzo

Arcebispo de Curitiba-PR
Presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Animação Bíblico-Catequética

Fonte:http://www.cnbb.org.br/

post

“Histórias em Todos os Sentidos”, a 24ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo

Novidades da programação para despertar seus sentidos

Histórias para ver, ouvir, sentir, experimentar… Com o tema “Histórias em Todos os Sentidos”, a 24ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo está chegando e vai trazer um pouquinho de tudo! De 26 de agosto a 4 de setembro, no Pavilhão de Exposições do Anhembi, você poderá curtir espaços multiculturais com debates, contação de histórias, brincadeiras e workshops, além, claro, de lançamentos de livros e tardes de autógrafos.

Está preparado?

NÃO DEIXE DE COMPRAR SEUS INGRESSOS AQUI!

ESPAÇOS CULTURAIS

Arena Cultural
É o maior espaço da Bienal! Por aqui você encontra os principais autores, nacionais e internacionais, para palestras, debates e grandes experiências

PROGRAMAÇÃO

Arena de Autógrafos
Que tal um autógrafo do seu autor, blogueiro ou youtuber favorito? Esse é o espaço destinado a isso. Fique atento a distribuição de senhas no site e Facebook do evento, o número é limitado.

PROGRAMAÇÃO

Área de Autógrafos 1 e 2
Os expositores do evento também levarão seus principais autores para encontrar seus fãs e distribuir autógrafos.
Fique atento a distribuição de senhas no site e Facebook do evento, o número é limitado.

ÁREA 1 ÁREA 2

BiblioSesc
Na Bienal também tem espaço para experimentar e vivenciar as aventuras dos livros! Além do espaço de leitura com biblioteca, você encontra atividades como: contação de histórias, espetáculos de música e literatura.

PRAÇA DA PALAVRAPRAÇA DA HISTÓRIA

Cozinhando com Palavras
Um espaço exclusivo dedicado à arte da Gastronomia. Unindo comida, literatura e cultura, oferece uma experiência única com livros da área, grandes chefs convidados e outras atividades relacionadas.

PROGRAMAÇÃO

Salão de Ideias
A parceria entre a Câmara Brasileira do Livro (CBL), o SESC SP e o Itaú Cultural, traz à programação um espaço dedicado ao debate entre escritores, pensadores e artistas sobre temas de relevância social e cultural.

PROGRAMAÇÃO

Espaço Infantil BIC – Mauricio de Sousa
A seção dedicada aos pequenos trará diversas atividades interativas com brincadeiras, teatro de fantoches, pinturas e desenho, além de uma exposição sobre os 80 anos do criador da Turma da Mônica.

PROGRAMAÇÃO

Cordel e Repente
Realizada pela Câmara Cearense do Livro, o espaço dá visibilidade a rica literatura regional, trazendo dois dos principais movimentos artísticos culturais do Nordeste, que também servem de inspiração para outras artes.

PROGRAMAÇÃO

Espaço Ignácio Loyola Brandão
Para discussões sobre o setor editorial, o espaço trará debates institucionais sobre temas como, direitos autorais, políticas públicas, lei brasileira de inclusão, produção e vendas no setor e a pesquisa Retratos da Leitura no Brasil.

PROGRAMAÇÃO

http://www.bienaldolivrosp.com.br/
post

Filme sobre cristãos perseguidos vai estrear com o apoio do Vaticano

  A realidade dos milhares de cristãos perseguidos no mundo é o tema do documentário “Perseguidos pela fé”, obra do mexicano Felipe Vazquez Maqueda, com o apoio da Fundação Ajuda à Igreja que Sofre (AIS) e do Conselho Pontifício da Cultura do Vaticano.

filme_perseguidos

Com previsão de estreia em novembro, em Roma, e depois em todo o mundo, o filme foi produzido durante quatro anos e teve locações em vários países.

Segundo a Fundação AIS o documentário irá mostrar “a difícil situação religiosa que se vive em países como Egito, Paquistão, Iraque, Síria, Nigéria, China, Tibete, Terra Santa e em algumas partes da Europa”.

Nestes países, as comunidades cristãs “não podem expressar livremente a sua fé”, estando sujeitas à violência, à perseguição e ao ódio.

De acordo com a produtora “Encuentro Films” o documentário procura “a reconciliação entre todos os seres humanos que habitam a Terra, a fim de tornar possível uma melhor convivência entre todas as confissões e fiéis, para evitar que mais pessoas continuem a morrer por causa das suas crenças religiosas”.

Uma cópia do documentário foi entregue em julho ao padre Federico Lombardi, então porta-voz do Papa Francisco, que na ocasião expressou a “gratidão” da Santa Sé pela produção deste filme.

Veja o trailler do documentário:

Fonte: Agência Ecclesia.

post

Jovens vão debater Desenvolvimento Sustentável no Vaticano

 Plenária da Pontifícia Academia com a presença do Papa – L’Osservatore Romano

22/08/2016 12:45
Cidade do Vaticano (RV) – A Pontifícia Academia de Ciências Sociais vai receber, nos dias 30 e 31 de outubro, jovens do mundo inteiro que vão partilhar experiências sobre tecnologia, política, economia e cultura.Na base dos debates estarão os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável promovidos pela ONU, em particular nos itens n°4 (instrução de qualidade) e n°8 (trabalho digno e crescimento econômico). Neste último ponto, os participantes se concentrarão no item: “criar medidas imediatas e eficazes para erradicar o trabalho forçado; erradicação da escravidão moderna e tráfico de seres humanos; proibição e eliminação das piores formas de trabalho infantil, incluindo o recrutamento crianças-soldados; e até 2025 erradicar o trabalho infantil em todas as suas formas”.

Inscrição

Os pedidos de inscrição podem ser apresentados até 30 de agosto por e-mail. Participarão cerca de 50 jovens de todo o mundo, entre 18 e 30 anos de idade.

Durante o encontro, os participantes irão apresentar projetos e iniciativas. Dois projetos serão escolhidos como a melhor expressão do evento e serão promovidos pela Pontifícia Academia das Ciências Sociais na Conferência da COP22.

Em 2017, a iniciativa vaticana será repetida para estudar o resultado e as consequências desta primeira reunião.

Agenda 2030

Fonte: http://br.radiovaticana.va/

Jubileu do Informativo do Regional Sul 1 da CNBB

“Transmitir os acontecimentos e as iniciativas pastorais de maneira objetiva e completa.”

DOM_JULIOEntrevista com o Secretário-geral Dom Júlio Akamine.

Para comemorar o aniversário de 25 anos da nova edição do  Informativo, comemorado neste ano,  foi publicada uma edição especial que contou com a entrevista do secretário-geral do Regional Sul 1 da CNBB, dom Julio Endi Akamine (foto),  Ele mostra como é possível transmitir os acontecimentos e as iniciativas pastorais de maneira objetiva e completa.

Como o Informativo contribui na relação da informação entre as dioceses e as pastorais?

Contribui para isso ao transmitir os acontecimentos e as iniciativas pastorais de maneira objetiva e completa.  A troca de informações entre as dioceses e as pastorais do nosso Regional, porém, não se esgota em si mesma, pois o objetivo do boletim é o de ser um instrumento de partilha e de comunhão entre as dioceses de nosso Regional. Informar tendo em vista a comunhão eclesial é, desde o início, a meta perseguida ao longo da existência de nosso Informativo.

Com o avanço das novas tecnologias, como o senhor vê a convergência digital, neste boletim?

As novas tecnologias acrescentam velocidade e abrangência para o nosso Informativo. Com a evolução e a popularização dos recursos digitais, os eventos pastorais, quando noticiados, tornam-se imediatos e muito próximos das pessoas. Dou um exemplo: participei do lançamento da campanha contra os acidentes de trabalho, promovida pela Pastoral Operária e realizada neste mês, na Sede do Regional Sul 1. Simultaneamente ao evento, postei imagens e mensagens, possibilitando que muitas pessoas pudessem ser alcançadas como se estivessem presentes no aqui e no agora do evento. Nesse sentido, creio que oInformativo, além de ser disponibilizado no site e ser distribuído eletronicamente, pode evoluir, num futuro próximo, para uma versão totalmente digital, através do desenvolvimento de um aplicativo.

Nesses 25 anos, se o senhor pudesse traduzir o Informativo em uma única frase, qual seria?

Acho que posso reduzir em duas palavras que representam, ao mesmo tempo, um programa e uma meta sempre perseguida: comunhão e partilha.

Ao olhar para os 25 anos do Informativo, qual a mensagem que o senhor deixa para os nossos leitores?

Agradeço os leitores que nos têm acompanhado ao longo desse um quarto de século. Fizemos até agora uma bonita viagem, mas ela continuará, guiada pelo Espírito Santo, realizada pelas dioceses, animada por tantos dedicados agentes de pastoral. Passando por clima sereno e por tempestades, navegamos com alegria e confiança no Senhor que viaja conosco. Aos leitores peço que continuem rezando pelas nossas Igrejas locais e que, principalmente, se tornem protagonistas não só das informações, mas também da ação evangelizadora.

O senhor deseja comentar algum assunto que não foi perguntado nesta entrevista?

Os meios de comunicação têm se tornado cada vez mais poderosos em nossa vida. A informação na Igreja, porém, não deve ceder à tentação da manipulação e da imposição. Informar bem não significa vencer as pessoas com uma linguagem convincente. O Evangelho permanece o que é: uma proposta humilde, feita com respeito à liberdade das pessoas e, às vezes, como loucura e fraqueza para os que usam a informação para manipular as consciências. Assim deve ser o nosso Informativo, coerente com a força humilde e respeitosa do Evangelho.

Fonte: http://www.cnbbsul1.org.br/

post

Lançado o Portal da PASCOM BRASIL

A Pastoral da Comunicação (Pascom) lançou, nesta quarta-feira, 17 de agosto, um portal web para informação, formação e evangelização de agentes em todo o Brasil. Até o dia 31 de agosto, a Comissão aguarda as críticas que forem enviadas com sugestões para que o portal fique ainda melhor e mais útil! Participe!

 http://pascombrasil.com.br/

Saiba mais:
post

Mídia e Religião: entre teorias e práticas (Curso – SP)

O curso discute a mídia e o campo religioso. As transformações contemporâneas do cenário religioso e a interferência da mídia. A concorrência entre mídia e religião. O mercado midiático-religioso. O marketing religioso. O novo campo religioso reconfigurado pela Comunicação. As representações da religião na mídia e o desafio das denominações religiosas. A ética da mídia e a ética religiosa.

Comunicação e Tecnologia
Mídia e Religião: entre teorias e práticas

Local: FAPCOM

01/10/2016 a 15/10/2016

Dias: Sábados – Horário: 10h ás 12h

Investimento

Por R$ 150,00

à vista no boleto ou em 6x no cartão de crédito