Com certeza todo mundo já recebeu pelo WhatsApp aquela corrente das 1000 ave-marias que se você não passar pra frente algo ruim vai acontecer contigo. Se você “quebrar” ou não essa “corrente de oração” nada vai acontecer contigo e, além do mais, isso não evangeliza ninguém!
whats rezando2

Um dos pilares para o pastoreio de uma boa PasCom é a espiritualidade, aliada à uma formação de qualidade embasada sempre no Evangelho. Espiritualidade deve deixar de ser uma palavra bonita e passar a ser uma prática entre nossos agentes pastorais. Nosso maior alimento é encontrado na Mesa do Pão, Palavra e Eucaristia, o próprio Cristo encarnado na nossa história que nos reconhece como filhos do Povo de Deus.

whatsapp

A espiritualidade da Pastoral da Comunicação é inspirada na comunhão da trindade. É do Deus-Pai, Deus-Filho, Deus-Espírito Santo que, como três pessoas se unem em um só Deus e gera a perfeita comunidade. A espiritualidade da PasCom conta também com um trabalho de articulação que se propõe a animar e motivar as outras pastorais e comunidades para que se comprometam nos processos de evangelização e comunicação do anúncio da Boa Nova. Diz o Diretório de Comunicação que “tanto os tradicionais meios de comunicação social quanto as novidades trazidas pelo emergente mundo da internet devem colocar seu protagonismo a serviço da promoção de uma cultura de respeito, diálogo e amizade” [DCIB 99, nº. 6].

Espiritualidade, Formação, Articulação e Produção: são estes os quatro eixos da PasCom. Juntos, estes eixos funcionam como os pés de uma mesa, sem um deles, a mesa não se sustenta em pé. E quando um deles começa a ficar bambo, a criar brocas e a ficar manco, é sinal de que algo não vai bem. Talvez nossas orações não estão sendo frutos de uma experiência de vida real, ou nossas formações não estão pautadas nos valores da Boa Nova, ou não estamos articulados com as outras pastorais e pessoas.

O que tange à produção, o último eixo, este diz respeito à elaboração de materiais necessários e que dão destaques à prática comunicacional. Boas produções, são, sombras de dúvidas, frutos de uma boa espiritualidade. Os materiais produzidos deverão dar “sustentação ao trabalho cotidiano dos agentes da PasCom, cada vez mais desafiados perante as rápidas mudanças culturais” [DCIB 99, nº. 252].

Desde o Inter Mirifica, o documento oriundo do Concílio Vaticano II até termos hoje o Diretório de Comunicação da Igreja no Brasil, a Igreja, os leigos e nós, batizados, discípulos missionários e agentes da PasCom, lutamos por uma comunicação mais aberta ao diálogo, ao respeito, ao encontro das pessoas do mundo e de verdadeiros “bate-papos” nessa sociedade com todas as tecnologias que existem.

“Senhor, neste belo cenário da comunicação, designaste-me a vocação de comunicar. É uma tarefa árdua, repleta de desafios e que existe técnica, concentração e constante dedicação… Faz de mim, Senhor, um mensageiro da paz, do amor e da verdade… Aumenta minha fé e abençoa os meus companheiros de profissão… concede-me, Senhor, a graça de comunicar tuas maravilhas hoje, amanhã e sempre. AMÉM!

Deixe uma resposta