post

Papa: catequista não é profissão, mas vocação

Papa Francisco \ Encontros e Eventos

Papa: catequista é vocação, não profissão – OSS_ROM

12/07/2017 12:23
Cidade do Vaticano (RV) – Ser catequista não é uma profissão, mas uma vocação: é o que afirma o Papa Francisco na mensagem enviada aos participantes do Simpósio  Internacional sobre Catequese, em andamento na Faculdade de Teologia da Pontifícia Universidade Católica Argentina (UCA), em Buenos Aires.

 

No texto, o Pontífice cita um diálogo de São Francisco de Assis com um de seus seguidores, que queria aprender a pregar. O santo lhe diz: Quando visitamos os enfermos, ajudamos as crianças e damos de comer aos pobres já estamos pregando. “Nesta lição, está contida a vocação e a tarefa do catequista”, escreve o Papa.

Ser catequista

Em primero lugar, a catequese não é um trabalho ou uma tarefa externa à pessoa do catequista, mas se “é” catequista e toda a vida gira em torno desta missão. De fato, “ser” catequista é uma vocação de serviço na Igreja, que se recebeu como dom do Senhor para ser transmitido aos demais. Por isso, o catequista deve constantemente regressar àquele primeiro anúncio ou “kerygma”, que é o dom que transformou a própria vida. Para Francisco, este anúncio deve acompanhar a fé que já está presente na religiosidade do povo.

Com Cristo

O catequista, acrescentou o Papa, caminha a partir de Cristo e com Ele, não é uma pessoa que parte de suas próprias ideias e gostos, mas se deixa olhar por Ele, porque é este olhar que faz arder o coração. Quanto mais Jesus toma o centro da nossa vida, mais nos impulsiona a sair de nós mesmos, nos descentraliza e nos faz mais próximos dos outros.

Catequese “mistagógica”

O Papa compara este dinamismo do amor com os movimentos cardíacos: sístole e diástole, se concentra para se encontrar com o Senhor e imediatamente se abre para pregar Jesus. O exemplo fez do próprio Jesus, que se retirava para rezar ao Pai e logo saía ao encontro das pessoas sedentas de Deus. Daqui nasce a importância da catequese “mistagógica”, que é o encontro constante com a Palavra e os sacramentos e não algo meramente ocasional.

Criatividade

E na hora de pregar, Francisco pede que os catequistas sejam criativos, buscando diferentes meios e formas para anunciar a Cristo. “Os meios podem ser diferentes, mas o importante é ter presente o estilo de Jesus, que se adaptava às pessoas que tinha a sua frente. É preciso saber mudar, adaptar-se, para que a mensagem seja mais próxima, mesmo quando é sempre a mesma, porque Deus não muda, mas renova todas as coisas Nele.

O Papa conclui agradecendo a todos os catequistas pelo que fazem, mas sobretudo porque caminham com o Povo de Deus. “Eu os encorajo a serem alegres mensageiros, custódios do bem e da beleza que resplandecem na vida fiel do discípulo missionário.”

O Simpósio Internacional sobre Catequese teve início no dia 11 de julho e prossegue até o dia 14. O encontro tem como tema “Bem-aventurados os que creem”, e entre os conferencistas estão o Arcebispo  Luis Francisco Ladaria sj, prefeito da Congregação para a Doutrina da Fé e Mons. José Ruiz Arenas, Secretário do Pontifício Conselho para a Promoção da Nova Evangelização.

http://br.radiovaticana.va/news/2017/07/12/papa_catequista_n%C3%A3o_%C3%A9_profiss%C3%A3o,_mas_voca%C3%A7%C3%A3o/1324551

post

#PopeASKS: O Papa quer saber mais sobre a Juventude

Publicado em 14 de junho de 2017 Por  Seja o primeiro a comentar!

Já imaginou ser o centro das discussões da Igreja?

Papa Francisco decidiu convocar para outubro de 2018 a 15ª assembleia geral ordinária do Sínodo dos Bispos, dedicada ao tema “Os jovens, a fé e o discernimento vocacional”.

A publicação do documento preparatório dá início a um processo de consulta que levará à redação do instrumento de trabalho para a assembleia sinodal. O Vaticano questiona a juventude e com a finalidade de acompanhar os jovens em seu caminho existencial rumo à maturidade, para que, por meio de um processo de discernimento, “possam descobrir seu projeto de vida e realizá-lo com alegria,abrindo-se ao encontro com Deus e com os homens, participando ativamente da edificação da Igreja e da sociedade.”.

O documento preparatório propõe uma reflexão em três partes, começando pelas dinâmicas sociais e culturais, passando para a abordagem do “discernimento”, como instrumento que a Igreja oferece aos mais novos para a descoberta da sua vocação. Por fim, são colocados em relevo os elementos fundamentais da pastoral juvenil vocacional.

#PopeASKS

Projeto desenvolvido pelo Pe. Cleber Faria Silva, assessor Diocesano da Juventude de Patos de Minas (MG), em parceria com a Pastoral Juvenil CNBB, que tem como finalidade despertar nas juventudes o interesse em participar ativamente do Sínodo, respondendo o questionário e encaminhando para a CNBB – Conferência dos Bispos do Brasil.

Como orientação a secretaria do Sínodo dos Bispos estabeleceu o final do mês de outubro de 2017 como último prazo para as Conferências Episcopais enviarem as respostas. Para que a Conferência dos Bispos do Brasil (CNBB) cumpra o prazo é preciso que cada Diocese, jovens, grupos, etc. enviem suas respostas para a Secretaria Geral da CNBB até o dia 31 do próximo mês de julho. Assim como as instituições e expressões juvenis tem a liberdade de envia direto para o Vaticano através do site – http://youth.synod2018.va – que foi lançado nesta quarta-feira (14) destinado aos jovens do mundo inteiro de 16 a 29 anos, até 30 de novembro.

FORMULÁRIO IMPRESSO 

O material será compilado e enviado para o Vaticano.

1. BAIXE AQUI o formulário em word;

2. RESPONDA o questionário seguindo as orientações;

3. ENCAMINHE o documento em word para o e-mail: synodus@cnbb.org.br

4. Prazo final de envio: 31 de Julho de 2017

FORMULÁRIO DIGITAL 

O site inclui um questionário online para os jovens de 16 a 29 anos do mundo inteiro nas línguas italiana, inglesa, francesa, espanhola e portuguesa. As respostas deverão ser enviadas para a Secretaria Geral até 30 de novembro deste ano.

1. ACESSE o site: http://youth.synod2018.va

2. RESPONDA as questões;

3. Prazo final de envio: 30 de Novembro de 2017

 

 

FAQ | Perguntas Frequentes

O que é o Sínodo?
A palavra “sínodo” vem de duas palavras gregas: “syn”, que significa “juntos”, e “hodos”, que significa “estrada ou caminho”. Logo, o Sínodo dos Bispos pode ser definido como uma reunião do episcopado da Igreja Católica com o Papa para discutir algum assunto em especial, auxiliando o Santo Padre no governo da Igreja.

Porque Sínodo dos Jovens?
O tema escolhido pelo Papa para o Sínodo de 2018 foi: ‘Os jovens, a fé e o discernimento vocacional’, expressando a preocupação pastoral da Igreja com os jovens, em conformidade com as reflexões das assembleias sinodais recentes sobre a família, além do conteúdo da exortação Amoris Laetitia.

Como tenho acesso ao texto preparatório para o Sínodo?
– As Edições CNBB lançou a versão impressa e em português do documento preparatório [Acesse Aqui];
– Documento Online no site do Vaticano [Acesse Aqui]

Porque precisamos responder a um formulário?
Denomina-se “fase de consulta” onde o povo de Deus e principalmente os jovens são convocados pelo Papa a participar ativamente por meio de um questionário e consulta online (posteriormente) onde poderão responder sobre suas expectativas e vida.

Quem pode responder o formulário?
Todos na faixa etária de 16 a 29 anos. “O Sínodo é para todos os jovens, nenhum deve sentir-se excluído. Vocês são os protagonistas. Mas também os jovens que se sentem agnósticos? Sim! Também os que têm uma fé menos consolidada? Sim, e também os que estão mais afastados da Igreja, os que se sentem ateus” Papa Francisco

Qual o prazo de envio do formulário?
A orientação da presidência da CNBB é para envia até 31 de julho 2017, no endereço da conferência – synodus@cnbb.org.br. O material será compilado e enviado para o Vaticano. Também as instituições e expressões juvenis tem a liberdade de envia direto para o Vaticano nesse endereço: youth.synod2018.va, até dia 30 de novembro.

Por Layla Kamila

*Atualizado dia 14 de junho às 08h55, com informações da Rádio Vaticano.