post

CNBB escolhe sede do XVIII Congresso Eucarístico Nacional: Recife

CNBB escolhe sede do XVIII Congresso Eucarístico Nacional: Recife

O arcebispo de Olinda e Recife (PE), dom Antônio Fernando Saburido, recebeu com alegria a notícia de que Recife sediará o XVIII Congresso Eucarístico Nacional (CEN), de 12 a 15 de novembro de 2018. “Vamos trabalhar para fazer um belo Congresso e ajudar aquela comunidade a cada vez mais se comprometer com o Cristo Eucarístico”, prometeu.

Dom Saburido contou que a realização do Congresso será algo muito bom para a arquidiocese de Olinda e Recife e para todo o regional Nordeste 2 da CNBB: “os bispos todos estão assumindo conosco este desafio”.

Está é a segunda vez que Recife irá sediar um CEN. A primeira foi em 1939, quando foi promovido o sétimo Congresso. Da ocasião, dom Fernando Saburido destaca o Parque 13 de maio, que foi o local de realização do evento na capital pernambucana, e a igreja que foi construída no bairro Espinheiro, “um bairro elegante de Recife. A igreja é um memorial daquele congresso”, lembra.

Dom Fernando conta que já tem recebido mensagens de alegria, de contentamento e que também está pedindo aos bispos do regional para já pensarem em algumas sugestões de tema e lema para o Congresso, “de modo que vamos fazer isso o quanto antes”, uma vez que este é o primeiro passo na preparação.

O Congresso
Realizado pela primeira vez em 1881, em Lille, na França, por iniciativa de um grupo de fiéis leigos apoiado por São Pedro Julião Eymard, o Congresso Eucarístico é um momento de convergência das pessoas que professam a fé católica na realidade da Eucaristia e que desejam dar testemunho público de fé.

No Brasil, a realização dos congressos teve início em 1933, em Salvador (BA). O último aconteceu em Belém (PA), no ano passado, nas comemorações dos 400 anos da capital paraense, com o tema “Eucaristia e partilha na Amazônia Missionária” e o lema “Eles o reconheceram no partir do Pão”.

Fonte: http://cnbb.net.br/cnbb-escolhe-sede-do-xviii-congresso-eucaristico-nacional//

post

CNBB abre assembleia e discute Iniciação Cristã, problemas sociais e políticos

A CNBB iniciou na manhã desta quarta-feira, 26, a 55ª Assembleia Geral dos Bispos (AG)

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) iniciou na manhã desta quarta-feira, 26, a 55ª Assembleia Geral dos Bispos (AG). O encontro anual do episcopado nacional acontecerá em Aparecida (SP), até o dia 5 de maio, no Centro de Eventos Padre Vítor Coelho de Almeida.

Durante a celebração de abertura, o presidente da CNBB e arcebispo de Brasília, Cardeal Sérgio da Rocha, pediu oração da Igreja em todo o Brasil pela assembleia e comentou sobre os inúmeros desafios. “As dificuldades não devem jamais impedir o anúncio da Palavra de Deus, o cumprimento fiel da Ação Evangelizadora da Igreja, pois ninguém pode aprisionar a Palavra de Deus. Pelo Contrário são incentivo, porque a certeza do amor de Deus nos anima na missão bonita e exigente de Evangelizar e levar esperança aqueles que mais sofrem com a crise política e econômica”.

O Cardeal também citou palavras do Papa Francisco quando esteve em Aparecida: “Jamais perder a esperança e deixar-se surpreender por Deus”. Também refletiu que neste Ano Mariano somos chamados a refazer a experiência dos três pescadores que encontraram Aparecida nas águas e deixaram-se surpreender por Deus.

Em sua reflexão condenou duramente a corrupção, mas também alertou que não podemos tolerar e reproduzir atos aparentemente pequenos de infidelidade e corrupção no dia a dia. “Nós rejeitamos a perda de direitos dos pobres e pequenos nas iniciativas políticas, não podemos aceitar a falta de respeito a vida e a dignidade das pessoas, repudiamos as violações da vida, como o aborto, mas não podemos ficar indiferentes as violações sofridas ao longo da vida pelos pobres e fragilizados. Seja acompanhado da busca da paz, jamais cedendo a agressividade em Palavras ou atos. Vivemos numa época marcada pela violência”, orientou.

Ele finalizou aconselhando-nos a crer na Vitória do amor sobre o ódio, da misericórdia sobre a vingança, da paz sobre a violência, do perdão sobre o ressentimento, da vida sobre a morte. “Nós cremos no poder do amor misericordioso. Lembrando os 10 anos da Conferência de Aparecida, vamos redobrar o empenho para ser uma Igreja misericordiosa”, finalizou.

São diversos outros temas importantes na agenda da assembleia, como, comemoração dos 300 anos do encontro da Imagem de Nossa Senhora Aparecida e o Ano Nacional Mariano, que teve início dia 12 de outubro de 2016, concluindo-se aos 11 de outubro de 2017 e as comemorações do Jubileu de 100 anos das aparições de Nossa Senhora de Fátima etc.

 Coletivas de Imprensa

A CNBB realizará entrevistas coletivas à imprensa, todos os dias (menos sábado e domingo), às 15h, na Sala de Coletivas de Imprensa do Centro de Eventos. O Portal A12 fará transmissão ao vivo pelo Youtube no endereço: https://www.youtube.com/user/canalportala12

 

Participarão da entrevista o arcebispo  de Mariana (MG), dom Geraldo Lyrio Rocha; bispo auxiliar de São Luís do Maranhão (MA), dom Esmeraldo Barreto de Farias e o cardeal Odilo Pedro Scherer, arcebispo de São Paulo (SP). Os bispos abordarão os temas: iniciação à vida cristão, programação e objetivos da 55ª Assembleia Geral da CNBB.

Publicado em: 26/04/2017 – 11:30
Créditos: Redação com A12
post

Ano Mariano no Brasil: Papa Francisco confirma concessão de indulgências plenárias

A CNBB abriu no Brasil, em outubro de 2016, o Ano Nacional Mariano para celebrar, fazer memória e agradecer pelos 300 anos do encontro da imagem de Nossa Senhora Aparecida, Padroeira do Brasil, nas águas do rio Paraíba do Sul.

A Penitenciária Apostólica anunciou o pedido do Papa Francisco para o reconhecimento do ano jubilar em curso no Brasil e a concessão da indulgência para aqueles que “verdadeiramente penitentes e impulsionados pela caridade” visitarem na forma de peregrinação o Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida, em Aparecida (SP), ou qualquer igreja paroquial do Brasil dedicada à padroeira do país.

Papa Francisco em Aparecida

A iniciativa de proclamação do Ano Nacional Mariano foi aprovada pela 54ª Assembleia Geral da CNBB e segue até o dia 11 de outubro de 2017.

:: Ano Mariano é para celebrar e agradecer, diz CNBB

O pedido de concessão da indulgência durante o Ano Nacional Mariano foi feito pelo Arcebispo emérito de Aparecida (SP), Cardeal Raymundo Damasceno Assis.

:: Ano Jubilar Mariano: celebração de um grande evento da nossa fé

Os fiéis brasileiros poderão alcançar indulgência plenária durante o Ano Nacional Mariano sob às seguintes condições habituais:

– confissão sacramental;

– comunhão eucarística;

– oração na intenção do santo padre, o papa;

O documento do Vaticano ainda ressalta que que os fiéis verdadeiramente penitentes e impulsionados pela caridade, devem em forma de peregrinação visitarem a Basílica de Aparecida ou qualquer Igreja paroquial do Brasil, dedicada a Nossa Senhora Aparecida. No local, deverão devotamente participar das celebrações jubilares ou de promoções espirituais ou ao menos, por um conveniente espaço de tempo, elevarem humildes preces a Deus por Maria.

A conclusão deste momento deve acontecer com a Oração Dominical, pelo Símbolo da Fé e pelas invocações da Beata Maria Virgem, em favor da fidelidade do Brasil à vocação cristã, impetrando vocações sacerdotais e religiosas e em favor da defesa da família humana.

Idosos e enfermos

Para o caso de pessoas idosas ou gravemente doentes que não podem realizar a peregrinação, o documento do Vaticano estabelece uma condição especial para a obtenção das indulgências.

Poderão alcançar se “assumida a rejeição de todo pecado, e com a intenção de cumprir onde em primeiro lugar for possível as três condições, espiritualmente se dedicarem diante de alguma pequena imagem da Virgem Aparecida, as funções ou peregrinações jubilares, ofertando suas preces e dores ao Deus misericordioso por Maria”.

Orientações aos padres

Aos sacerdotes aos quais está confiado o cuidado pastoral do Santuário Nacional de Aparecida e os párocos das paróquias que possuem o título de Nossa Senhora Aparecida deverão, segundo o documento da Penitenciária Apostólica, “com ânimo pronto e generoso” se oferecer para a celebração da Penitência e muitas vezes administrar “a Sagrada Comunhão aos enfermos”.

http://www.a12.com/

post

Bispos do Estado de São Paulo reúnem-se em Aparecida

Assembleia refletirá o tema “A Exortação Apostólica Amoris Laetitia no contexto da Misericórdia e da Missão”.

DSC00934

A Assembleia dos Bispos do Regional Sul 1 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), que compreende as dioceses do estado de São Paulo, acontecerá entre os dias 7 a 9 de junho, em Aparecida (SP).

Com a participação dos bispos e convidados de 6 arquidioceses, 35 dioceses e 6 Regiões Episcopais da Arquidiocese de São Paulo, o encontro deste ano acontecerá no Hotel Rainha do Brasil. São esperados 143 participantes, entre bispos, padres coordenadores diocesanos de pastoral, padres subsecretários das Sub-Regiões Pastorais e representantes dos Organismos vinculados à CNBB Regional Sul 1.

Na pauta geral da Assembleia está a última Exortação do Papa Francisco, que trata da família, e definiu o tema central: “A Exortação Apostólica Amoris Laetitia no contexto da Misericórdia e da Missão”.

Para esta Assembleia, também está prevista a seguinte pauta: Relatório das Comissões Episcopais de Pastoral; Prestação de contas da diretoria e do Conselho Econômico. Na noite do primeiro dia, será entregue o prêmio Signis Brasil ao Informativo Regional, pelo reconhecimento dos 25 anos da nova publicação.

A Assembleia começará na terça-feira, 7 de junho, às 15h, com a Celebração de Abertura presidida pelo Arcebispo Metropolitano de Campinas e Presidente do Regional Sul 1 da CNBB, Dom Airton José dos Santos, na Capela Externa do Hotel Rainha do Brasil.

O Regional Sul 1 da CNBB é formado por 6 arquidioceses, 35 dioceses e 6 Regiões Episcopais da Arquidiocese de São Paulo. Está organizado em 8 Sub-regiões Pastorais (Aparecida, Botucatu, Campinas, Ribeirão Preto I e II. São Paulo I e II e Sorocaba).

Read More

post

DOM SERGIO DA ROCHA ABRE A 54ª ASSEMBLEIA GERAL DA CNBB COM MENSAGEM DE PAZ DE MISERICÓRDIA

DOM SERGIO DA ROCHA ABRE A 54ª ASSEMBLEIA GERAL DA CNBB COM MENSAGEM DE PAZ DE MISERICÓRDIAFB_IMG_1459980763362.
A presidência da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) abriu os trabalhos da 54ª Assembleia Geral (AG) da entidade com a celebração eucarística realizada na manhã desta quarta-feira, dia 06, na basílica de Nossa Senhora Aparecida, em Aparecida (SP).
.
“Os nossos esforços em favor da unidade da Igreja, nosso empenho pela justiça e a paz no Brasil e no mundo devem ser acompanhados de muita oração e escuta da Palavra para poder discernir os passos a serem dados e ter a força necessária para caminhar na fidelidade ao Senhor”, disse o arcebispo de Brasília e presidente da CNBB, dom Sergio da Rocha, durante missa de abertura da 54ª Assembleia Geral (AG) da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB).

Read More

post

Entidades assinam Conclamação Dirigida ao Povo Brasileiro

“A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), o Ministério da Justiça, o Ministério Público Federal e o Instituto dos Advogados Brasileiros assinaram, na manhã desta sexta-feira, 1º de abril, Conclamação Dirigida ao Povo Brasileiro, na qual exortam a busca permanente de solução pacífica para a crise”.

Confira a íntegra da Conclamação.

Read More

post

CNBB divulga ganhadores dos Prêmios de Comunicação 2016

A cerimônia de entrega será durante a 54ª Assembleia Geral, no próximo mês

Dentre os trabalhos inscritos para os prêmios de Comunicação da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), nove foram selecionados pelas comissões julgadores. As produções escolhidas tratam de temas como saúde mental, política, imigração, santos brasileiros, arte, poesia e cultura.

A cerimônia de entrega dos Prêmios de Comunicação ocorrerá no dia 8 de abril, durante a 54ª Assembleia Geral da CNBB, em Aparecida (SP). Os prêmios concorreram às seguintes categorias: Margarida de Prata para Cinema, Clara de Assis para TV, Dom Hélder Câmara para jornais e revistas e Microfone de Prata para rádio.

Em mensagem, o presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Comunicação, dom Darci José Nicioli, agradeceu a todos que enviaram suas produções, motivando para que os veículos prossigam no compromisso com a comunicação que transforma.

“A Igreja no Brasil dialoga com o mundo da comunicação e da arte. Sempre foi missão da CNBB valorizar o trabalho de qualidade feito por esses profissionais e empresas que atuam nessas áreas. Desejamos que continuem comprometidos com a vida e sejam incentivados a produzirem mais”, expressou dom Darci.

Read More