post

Uma bate papo sobre Criatividade Católica

Num mundo onde o “mais do mesmo” tem tomado conta, principalmente no que diz respeito a comunicação, precisamos nos questionar: ainda há algo de novo? Tem como ser criativo e sair do convencional?

Na evangelização: tem como criar sem sair daquilo que é a essência do Evangelho?

Inventar demais é perigoso, mas o Espírito Santo é Aquele que age de forma criativa e nos torna ousados, principalmente na evangelização. Falando nisso, no dia 15 de Julho (meu aniversário uhuuuu) vai rolar um Workshop sobre Criatividade Católica e eu conversei com o organizador, o Dieimerson Vieira, da Agência Rise, sobre esse assunto. Veja só:

Robson Landim: Tem como ser criativo em algo tão antigo como a Igreja?

Dieimerson: A Igreja é antiga mas nunca deixou de ser inovadora. Podemos citar alguns casos que mudaram nossas vidas: O alfabeto, o microscópio, a bússola, dentre outros que foram descobertos por padres ou pessoas diretamente ligadas à Igreja. O que acontece é que com a globalização, as mudanças estão cada vez mais rápidas, e a Igreja não pode perder essa essência de inovação que sempre teve.

Robson Landim: Como surgiu a ideia do Workshop?

Dieimerson: A ideia partiu de um insight meu enquanto fazia alguns estudos sobre criatividade. Eu pensei no seguinte: se existe tanto preparo no mundo corporativo e acadêmico ao redor da criatividade, porquê não preparar e formar criativos para fazer a diferença na Igreja? A partir dali comecei a estudar e conectar a Criatividade e a Igreja e descobri que elas sempre estiveram unidas, mas que agora haviam poucas pessoas tratando do tema. A partir daí fizemos a primeira edição, que foi um sucesso e agora estamos nos encaminhando para a terceira edição. O objetivo é fazer com que as pessoas redescubram o seu lado criativo. É uma experiência para todos, sem distinção de idade, movimento, etc.

Robson Landim: Qual a fonte de inspiração e criatividade dos católicos?

Dieimerson: A maior fonte de inspiração é o Espírito Santo. Enquanto o mundo acredita em coincidências, devemos acreditar que o Espirito Santo nos capacita e nos mostra aquilo que é necessário para sermos criativos. O que diferencia a Criatividade Secular da Criatividade Católica é que devemos sempre ser obedientes aos ensinamentos da Santa Igreja Católica.

Robson Landim: Porque juntar os criativos católicos numa troca de ideias?

Dieimerson: Existem algumas teses sobre criatividade, e uma muito interessante é a da conexão de pontos. Um católico criativo raramente conseguirá fazer algo efetivo sozinho, mas quando reunimos um grupo que tem objetivos em comum, grandes coisas tendem a acontecer, como já aconteceram em edições anteriores. Essa conexão de pontos, pensamentos e experiências é o diferencial (Mt 18,20).

Robson Landim: O que esperar dessa edição do Workshop?

Dieimerson: As primeiras edições foram voltadas exclusivamente a Criatividade, mas nesta edição queremos ampliar os horizontes. Assuntos como ciberteologia e PNL são novos e potencialmente transformadores. Preparamos um lugar diferente que nos tire da zona de conforto e faça com que os participantes tenham uma experiência nova em suas vidas.

Bacana demais, não é? Eu estarei lá palestrando sobre “CIBERTEOLOGIA, pensando o Cristianismo em tempos de rede”. Quer saber mais e garantir sua vaga no Workshop? Acesse o link que está logo abaixo e aproveite o desconto do primeiro lote de vendas: https://www.sympla.com.br/workshop-criatividade-catolica-30__146937

post

A Igreja Católica na internet #Ciberteologia

Paz e fogo, galera! Firme?

O vídeo mais recente do #VlogRevolucionário é uma entrevista que fiz para o programa “A Arte da Vida” da qual sou produtor e repórter. O programa vai ao ar nas TVs Século 21 e Milícia da Imaculada.

Mas vamos para o que interessa! O entrevistado, o Irmão Darlei Zanon, da Congregação dos Padres e Irmãos Paulinos, é um estudioso da área da ciberteologia ou cibereclesiologia como ele chama. Essa entrevista aconteceu justamente num “Café Teológico” promovido pela Paulus e que tinha como temática “a Igreja Católica em tempos de rede”.

Nesse vídeo ele fala sobre a presença da Igreja na Web, sobre como devemos nos portar no ambiente digital e também como deve ser a nossa “contribuição” em assuntos polêmicos como aborto, ideologia de gênero, eutanásia, dentre outros.

Vale a pena assistir!

Se você faz parte de PASCOM, Ministério de Comunicação ou conhece alguém que acha que encher a sua timeline de GIFs brilhantes de Jesus, Maria e frases bíblicas é evangelizar, aproveite e mande esse vídeo, pois o conteúdo é muito valioso e nos ajuda a repensarmos a nossa presença nesse ambiente tão propício para evangelizar os batizados. #Play!

post

CIBERGRAÇA: Fé, evangelização e comunhão nos tempos da rede

A autora, Aline Amaro da Silva, “examina os efeitos da invenção da internet na teologia e sociedade, definindo o que é ciberteologia a fim de descobrir qual sua contribuição para melhor compreender e inter-relacionar a cultura, a fé e o ser humano contemporâneo.” setas

Dissertação apresentada à Faculdade de Teologia, da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, como requisito parcial para obtenção do grau de Mestre em Teologia, Área de Concentração em Teologia Sistemática.

Orientador: Prof. Dr. Érico João Hammes

Leia o artigo completo, baixe o arquivo: dissertacao-Aline-Amaro-da-Silva

botao_download-2

post

Ciberteologia: teologia no cenário contemporâneo global.

A autora desta pesquisa, Aline Amaro da Silva1, traz uma avaliação sobre os efeitos da cultura digital na teologia e sociedade e busca “apresentar os principais aspectos dessa nova área de conhecimento teológico ƒa fim de compreender a cultura, a fé e o ser humano que formam o cenário contemporâneo”.

Conclui que “a ciberteologia não é uma telogia da comunicação, nem uma teologia contextual” e seu estudo nos ajuda a refletir sobre os desafios da era digital para que favoreça o diálogo da fé com o ser humano, a cultura e o mundo de hoje.

Ciberteologia Aline

Baixe o artigo completo aqui: Ciberteologia_Teologia_no_Cenario_Contem

1 Bacharel em Comunicação Social – Jornalismo na FAMECOS/PUCRS. Mestra em Teologia na FATEO/PUCRS. E-mail: aline.amaro@acad.pucrs.br.

post

Ciberteologia, pensar o Cristianismo nos tempos da rede

O titulo deste post é também o titulo de um dos mais famosos livros do padre italiano e jesuíta Antônio Spadaro, membro do Pontifício Conselho para as Comunicações Sociais. Spadaro também é considerado “pai” da ciberteologia, tema que tem se espalhado pela Igreja e movimentado comunicadores católicos de diversos organismos.

“A ciberteologia é, portanto, não uma reflexão sociológica sobre a religiosidade na internet, mas é fruto da fé que liberta por si mesmo um impulso conhecível em um tempo no qual a lógica da rede marca o modo de pensar, conhecer, comunicar, viver”, explica Spadaro.

Pensando na temática e no que a mesma tem representado no cenário da comunicação católica, a equipe do “A Arte da Vida”, programa veiculado pelas Redes Século 21 e Milícia da Imaculada e produzido pela Comunidade Católica Aliança de Misericórdia preparou uma edição especial falando sobre o assunto.

CYBERTEOLOGIA

Read More